Marcel van Hattem relata sobre catástrofe do RS à delegação da Holanda durante visita ao Brasil

Prontamente, a delegação manifestou o seu apoio no sentido de colaborar com futuros projetos para conter a água em situações semelhantes advindas das fortes enchentes.
10 de maio de 2024

A comitiva, que demonstrou interesse em ajudar as vítimas das enchentes, era formada pelo embaixador da Holanda e por um grupo pluripartidário de parlamentares

Em Brasília, o deputado federal Marcel van Hattem (NOVO/RS) acompanhou a visita de uma delegação formada pelo embaixador da Holanda, André Driessen, e por quatro deputados holandeses: Jan Paternotte, Dennis Ram, Ruben Brekelmans e Kati Piri. Pluripartidário, o grupo esteve pela primeira vez no Parlamento brasileiro nesta quarta-feira (8/5).

Na oportunidade, o parlamentar gaúcho, que é presidente da Comissão Externa sobre Danos Causados pelas Enchentes no Rio Grande do Sul, membro da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional (CREDN) e proponente do Grupo Parlamentar de Amizade Brasil-Reino dos Países Baixos (Holanda), apresentou a situação atual que o Rio Grande do Sul está vivenciando após a catástrofe natural que assolou o Estado nas últimas semanas. Inicialmente interessado em saber um pouco mais sobre a posição geopolítica do Brasil, a delegação prontamente manifestou o seu apoio no sentido de colaborar com futuros projetos para conter a água em situações semelhantes advindas das fortes enchentes.

“Neste momento em particular, em que o Rio Grande do Sul sofre tanto com as chuvas e com as enchentes, é reconfortante receber a manifestação de solidariedade dos nossos colegas parlamentares da Holanda, em primeiro lugar, e, em segundo lugar, de auxílio para posterior reconstrução. A Holanda passou pela maior enchente da sua história nos anos 50, quando mais de 1.800 pessoas pereceram. E, a partir daquele momento, foi criado o que nós conhecemos hoje por Holanda, com sistema de diques, com sistema de contenção de águas. E é por isso que a expertise holandesa será fundamental para o Rio Grande do Sul e para todo o Brasil”, afirmou Marcel van Hattem.

Mais notícias